Mesa Diretiva

Já ouviu falar em ordem de precedência?

Composição à Mesa

Para constituir de forma adequada a mesa da presidência, cada clube geralmente se adapta a diferentes modelos. Entretanto, em qualquer formação, deve-se previamente definir os lugares conforme o grau de importância (ordem de precedência) das autoridades presente na reunião. Em certas circunstâncias, torna-se flexível e passível de ser alterada, de acordo com os presentes. Havendo autoridades civis, militares e/ou eclesiásticas, recomenda-se a intercalação com as autoridades de Lions e/ou LEO Clube.

Usualmente, atribui-se uma sequência básica de importância para autoridades LEOísticas e Leonísticas. Essa sequência pode ser modificada de acordo com as autoridades presentes na reunião ou evento, atentando-se que no topo encontram-se as autoridades internacionais, seguidas das autoridades do distrito múltiplo, distrito, e por fim, do clube.

Finalizada a listagem de importância, inicia-se o processo de composição da mesa da presidência. A mesa deverá apresentar o número de componentes ímpar, para que o presidente fique centralizado. O lugar número 1 será o central e os lugares pares ficarão à direita do número 1 (de quem olha para a plateia).

Ao formá-la, não deve-se deixar lugares vago (a menos que o retardatário seja alguém muito importante, como o prefeito, e tenha confirmado presença). Após o início da reunião, nunca deve-se retirar ninguém da mesa, nem acrescentar mais cadeiras para acomodar algum retardatário. Caso alguém chegue depois, deve-se mencionar e agradecer sua presença, porém, sem encaminhar à mesa.

Download

Para fazer download deste conteúdo ou de qualquer outro do site, acesse nossa página de arquivos: clique aqui!

Referências

  • BELDA, João Carlos. Manual de Cerimonial e Protocolo Leonístico. São Paulo: Distrito LC-2, 2016. 95 p.

© 2018 Mundo LEO. Todos os direitos reservados.

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Instagram