capa_sobre_o_leo.jpg

História

Conheça nossa história desde a origem!

História

Como tudo começou...

A história do LEO Clube começou com Jim Graver, treinador do time de baseball da Abington High School, em Glenside, Pensilvânia, Estados Unidos. Jim Graver, juntamente com William Ernst, ambos associados do Lions Clube de Glenside, falavam em iniciar um clube de serviço para estudantes do segundo grau. Eles, então, pediram apoio dos demais associados, e sem hesitar, o Lions Clube de Glenside concordou que um grupo de jovens seria uma boa ideia para propagar os ideais propostos por Melvin Jones, fundador de Lions Clubs International.

 

Juntos, 9 meninos, calouros e veteranos, se juntaram ao grupo de 26 jogadores de baseball, onde pelo qual formaram o primeiro LEO Clube no mundo. Em 5 de dezembro de 1957, foi oficialmente fundado o LEO Clube da Abington High School. Jim Graver e William Ernst, os principais responsáveis pela organização do clube, tornaram-se os primeiros conselheiros LEO, juntamente com Frank Sauter e G. Donn Teal, que atuaram como conselheiros acadêmicos.

Membros fundadores do LEO Clube da Abington High School. Fonte: Ojas M. Chitnis.

Membros fundadores do LEO Clube da Abington High School.

Fonte: Ojas M. Chitnis.

Dirigentes do LEO Clube Abington High School. Fonte: Lions Clubs International.

Dirigentes do LEO Clube Abington High School.

Fonte: Lions Clubs International.

Como o primeiro LEO Clube do mundo, o grupo criou o acrônimo LEO - Liderança, Igualdade e Oportunidade - Leadership, Equality, Opportunity. Mais tarde, a palavra Igualdade foi alterada para Experiência - Experience. As cores vermelho escuro e dourado foram escolhidas como as cores oficiais do LEO Clube, mantendo o padrão de cores da escola.

 

Os associados do LEO Clube da Abington High School representavam uma ideia isolada até 1963. Naquele ano, um LEO Clube foi formado na Tamaqua Area High School, na Pensilvânia. Logo em seguida, mais um clube em Nova Iorque.

 

Em 1964 já havia 27 LEO Clubes na Pensilvânia e 1 em Nova Iorque. A ideia de clubes juvenis de serviço estava se expandindo. E finalmente, em outubro de 1967, a diretoria de Lions Clubs International adotou o LEO Clube como programa oficial da organização, reconhecendo ainda mais a importância do movimento. Aberto a homens e mulheres, um dos objetivos do programa de LEO Clubes era e ainda é:

"Oferecer aos jovens do mundo uma oportunidade de desenvolvimento e contribuição, individual e coletiva, como membros responsáveis da comunidade local, nacional e internacional." (LIONS CLUBS INTERNATIONAL, 2021, p. 1).

Em 1968, os LEO Clubes recém-formados começaram a enviar seus pedidos de certificação de clube à sede internacional. Em 17 de outubro de 1969, os formulários de solicitação de certificação para o LEO Clube da Abington High School chegaram à sede. Nesta data, o primeiro LEO Clube do mundo foi formalmente reconhecido como parte do programa internacional de LEO Clubes, com o associado John Hebert de Baederwood servindo como presidente do clube. Em 15 de outubro de 1970, havia 24.000 membros de LEO Clubes em 918 clubes em 48 países por todo o mundo.

De acordo com Silva (2019, p. 3), no ano de 2007, um marco histórico foi a realização da Conferência Global de LEO Clubes, com o tema “Muitas vozes, um mundo: celebrando 50 anos de serviço LEO”, realizada em Chicago, Illinois, Estados Unidos. O evento aconteceu entre 2 e 6 de julho de 2007 e reuniu cerca de 500 associados LEO de diversos territórios do mundo. Esse evento vem se repetindo anualmente nas convenções internacionais de Lions Clubes, com grande participação. Naquele ano, um logotipo criado por Lions Clubs International comemorou os 50 anos do movimento de LEO Clubes.

Recentemente, em 25 de março de 2022, o LEO Clube atingiu a marca de 181.731 membros em 7.684 clubes em 153 nações e territórios.

LEO Clube no Brasil

Logo após ser reconhecido como um programa oficial de Lions Clubs International, o movimento de LEO Clubes chegou ao Brasil, mais precisamente em 28 de agosto de 1969, com a fundação do LEO Clube Maceió - Lagoa, em Alagoas.

Com o apoio e incentivo da diretoria do Colégio Sagrada Família, o Lions Clube Maceió - Lagoa reuniu um grupo de estudantes para divulgar a filosofia de servir, levando os alunos a compreenderem e compartilharem dos problemas comunitários.

 

Com o passar dos anos, os companheiros do Lions Clube Maceió - Lagoa compreenderam que ali estava a semente de preparação de futuros Leões em qualificação. E assim, levaram à diretoria do Lions a proposta de fundação de um clube de jovens. Após um tempo, amadurecida a ideia, foi designada uma comissão e em 28 de agosto de 1969 foi empossada a diretoria do primeiro LEO Clube do Brasil, na presença do presidente do Lions Clube, Valdir Batista da Mata, e do governador distrital, César Cals de Oliveira Filho.


Devido o tempo de processamento, a carta constitutiva do clube foi expedida apenas no dia 25 de setembro de 1969.

Conforme o estudo de Silva (2019, p. 8), o grupo de jovens contou com o apoio dos membros do Colégio Sagrada Família, sendo a diretora Prof.ª Maria José Loureiro Lima, vice-diretor Prof. Paulo José Loureiro dos Santos Lima e a secretária Prof.ª Mary Lucy Mello Loureiro Lima (que era domadora do Lions Clube de Maceió - Lagoa e esposa de Paulo Lima). O associado do Lions de Maceió que mais batalhou para que isso fosse possível e até hoje é defensor dos LEO Clubes, é Paulo José Loureiro Santos Lima, considerado o precursor e patrono do movimento de LEO Clubes no Brasil.

Paulo Lima, patrono do LEO Clube no Brasil. Fonte: Dário Benedito Rodrigues.

Paulo Lima, patrono do LEO Clube no Brasil.

Fonte: Dário Benedito Rodrigues.

Cerimônia de fundação do LEO Clube de Maceió - Lagoa. Fonte: Dário Benedito Rodrigues.

Cerimônia de fundação do LEO Clube de Maceió - Lagoa.

Fonte: Dário Benedito Rodrigues.

Silva (2019, p. 10) ainda afirma que o governador do distrito, após conhecer os objetivos e propósitos do clube, foi um dos maiores incentivadores. Devido ao seu entusiasmo, promoveu a ida de um dos associados do clube à Convenção Internacional de Lions Clubes de 1970, em Atlantic City, New Jersey, Estados Unidos. Naquele evento, Dário João Bernardes foi o representante do movimento brasileiro de LEO Clubes.

 

No mesmo ano de fundação do primeiro LEO Clube, surgiu o LEO Clube de Arapiraca, no dia 10 de novembro de 1969. A partir daí, surgiram os LEO Clubes de Jaguari no dia 05 de maio de 1970, Teresina "Jubileu Ouro" no dia 13 de janeiro de 1971, Maranguape no dia 27 de janeiro de 1971 e assim sucessivamente (essas datas refletem a data da carta constitutiva fornecida por Lions Clubs International).

Associados do LEO Clube da Arapiraca, segundo LEO Clube fundado no Brasil. Fonte: Autor desconhecido.

LEO Clube de Arapiraca, 2º LEO Clube fundado no Brasil.

Fonte: Autor desconhecido.

Associados do LEO Clube Dom Pedrito, décimo LEO Clube fundado no Brasil. Fonte: Autor desconhecido.

LEO Clube Dom Pedrito, 10º LEO Clube fundado no Brasil.

Fonte: Autor desconhecido.

Na medida em que o número mínimo de seis LEO Clubes em cada Distrito Leonístico fosse atingido, os Distritos LEO eram constituídos. O primeiro distrito fundado foi o LA-3, antigo L-15, no Ceará, em 4 de fevereiro de 1972. O movimento LEO no Brasil conta, hoje, com milhares de associados espalhados pelos quatro Distritos Múltiplos LEO LA, LB, LC e LD.

Saiba mais

✔️ Para visualizar a composição da primeira diretoria e os associados fundadores do LEO Clube de Maceió - Lagoa, acesse o documento na seção de arquivos neste site.

 

✔️ Para saber mais detalhes sobre a história e a estrutura dos distritos múltiplos e distritos do Brasil, visualizar os mapas de divisão e conhecer mais informações, acesse a seção de estrutura neste site.

✔️ Para saber mais detalhes sobre a evolução do logo do LEO Clube, acesse a seção de emblema neste site.

Referências

⚠️ Para visualizar todas as referências bibliográficas deste conteúdo, clique aqui. A reprodução de qualquer texto, documento e/ou imagem deste site é autorizada mediante a citação da fonte: Mundo LEO. Este conteúdo foi escrito por Vitor Sanches de Souza e revisado em agosto de 2022.